sexta-feira, 8 de junho de 2012

10 Dicas para cozinhar sem chorar...



















Fui uma criança gordinha e com muita fome, mas sempre soube que as minhas vontades infinitas de comer nunca poderiam ser comlpetamente atendidas.

Assistindo a alguns programas de culinária durante a tarde, tive a brilhante idéia de começar a cozinhar e aproveitar o fruto do meu próprio trabalho.

Com 8 anos de idade, fazia e comia tudo o que cozinhava. Sempre coisas bem calóricas.

Minha paixão pela gastronomia surgiu nesta época.

Aos 15 anos, comecei a me sentir mais menina, com mais vontade de me arrumar e de namorar. Foi quando todo mundo desistiu de me ajudar que senti o momento certo para se fazer uma dieta.
Novamente, a cozinha me salvou. Sou o exemplo vivo de que é possível, e muito mais fácil, emagrecer cozinhando. 

Em apenas 3 meses, fui dos 98kg para os 62kg (peso que me encontro até hoje).

Testei muitas dietas, remédios, exercícios e médicos. Mas o ato de cozinhar me ajudou muito.

Divido com vocês as minhas 10 dicas de como emagrecer cozinhando:

1- Comece pela sua lixeira da cozinha. Observe a quantidade de lixo que você está produzindo: muitas embalagens plásticas, garrafas pets, saquinhos e vidros plásticos são sinais de que você consome os produtos que engordam mais.

2- Esqueça de uma vez por todas os produtos industrializados. Eles contêm muitos conservantes, e substâncias que dificultam o processo digestivo, atrapalhando o seu metabolismo.

3- Deixe de lado as gorduras hidrogenadas, óleo de canola, manteiga e creme de leite. Cozinhe com óleos mais saudáveis e menos calóricos, como o azeite de oliva e o óleo de coco. Além de conter pouca coloria, possuem o colesterol bom.

4- Nem sempre comer alimentos cozidos no vapor emagrece. Cada organismo reage de uma forma. No geral, alimentos crus são de mais fácil digestão, porém, deverão ser consumidos durante o dia já que nos exercitamos mais, e nosso intestino pode trabalhar mais também.
 

5- Abuse sempre das especiarias e vá aos poucos deixando o sal de lado. O sal faz com que nosso organismo retenha líquido, ao contrário das especiarias, que ajudam o nosso intestino a trabalhar mais.

6- Alimentos integrais não fazem milagre se forem consumidos em excesso.  Se for usá-los, substitua-os pela metade da dose normal, pois integrais dão maior sensação de saciedade.

7- Não comece regime cozinhando a versão light de algum prato que gostava de comer: a frustração por tentar fazer um prato delicioso em uma versão light ou diet pode ser grande. Muitas vezes, só vai aumentar sua vontade de comer o original.

8- Coma à vontade gelatina light ou diet.São de baixa caloria e enganam bem a fome entre as refeições. Também ajudam a combater a flacidez do pós-dieta.

9- As saladas são bem vindas, mas seus molhos e acompanhamentos nem sempre. Uma boa pedida é fazer molhos com limão, muitas ervam e uma fruta que dê uma consistência de molho, sem usar muito azeite. Ex: bata uma pera no liquidificador com pouquinho de água, coloque a salsa a gosto, manjericão, limão e um fio de azeite.  Use como tempero.

10- Substitua uma refeição por sopa: além de alimentar, te deixará mais leve. Para dar mais consistência, coloque pedacinhos de pão integral batido no liquidificador com parte do caldo. Ao ferver, vai engrossar a sopa sem deixá-la pesada.

Estas são dicas apenas de como iniciar um caminho. A força de vontade e a determinação serão pontos  decisivos para um bom resultado.

Coloquem os aventais, preparem as panelas e boa sorte!


2 comentários:

  1. Respostas
    1. Olá , tudo bem de nada
      Gostei de sua visita venha mais vezes

      Abraços Carinhosos

      Excluir